Corpo & Alma

Cuidado com os conselhos nos “talk show” de saúde

Um estudo aos dois maiores “talk show” de saúde dos EUA aconselha os telespetadores a desconfiarem dos conselhos médicos nos programas. O Dr. Oz é transmitido em Portugal. The Doctors tem uma versão portuguesa.

Porque haveriam os cientistas de se preocupar com programas de televisão sobre saúde que são campeões de audiência em vários países do mundo? Por isso mesmo, explicam os autores deste estudo publicado no British Medical Journal,  porque se não forem vistos apenas como forma de entretenimento, podem induzir o telespetador em erros.

O estudo analisou dezenas de episódios do Dr. Oz e The Doctors, transmitidos entre Janeiro e Maior de 2013. Conclui que cerca de metade das recomendações médicas feitas em ambos os programas não têm base científica ou até contradizem aquilo que a ciência diz sobre o tema.

Cada programa transmite em média 10 recomendações de teor médico. Foram analisadas 160 dessas recomendações, 40 em cada programa, e verificou-se que 87 não têm qualquer estudo que as suporte. São também apontadas como falhas a falta de referência a benefícios e riscos da maioria das recomendações.

Só nos Estados Unidos, o programa Dr. Oz  é visto diariamente por perto de 3 milhões de pessoas. Boa parte do programa é dedicado a temas alimentares, mais concretamente, os conselhos sobre dietas e perda de peso representam 39%. Já o The Doctors, tem 2,3 milhões de telespetadores por dia, a maior parte das recomendações é para consultar um profissional de saúde e dedica 17% dos conselhos a questões ligadas ao emagrecimento e às dietas alimentares. Em ambos os programas, diz esta investigação do BMJ, há mais conselhos sobre dietas que sobre exercício físico.

doctors

Os investigadores reconhecem que não se sabe de que forma os programas são vistos, se como simples entretenimento ou como uma ferramenta para saber mais de temas de saúde. É neste último caso que se recomendam cautelas. Além da falta de evidência científica, o estudo nota que pode haver interesses comerciais por trás de algumas recomendações, já que são muito raras as referências a potenciais conflitos de interesses. Ou seja, só em 0,4% dos casos é que se refere que quem sugere determinado produto ou prática tem interesse comercial nessa área.

Ao contrário do Dr. Oz Show, que é transmitido na televisão por cabo em Portugal na sua versão original; o The Doctors tem apenas uma versão produzida em Portugal.

CC BY-NC-SA 4.0 Cuidado com os conselhos nos “talk show” de saúde by Substância Activa is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.